fale conosco | como chegar | mapa do site | créditos
 Busca
Metodologia
Programas e projetos
Serviços Oferecidos
Mural
 
você está em: Home / Como atuamos / Programas e Projetos
 
Programas e Projetos
Programa de Apoio à Escolarização
Projeto Espaço de Leitura na Escola
Projeto Olhares Sobre a Escola


Programa de Apoio à Escolarização

Foto 1
 
Foto 1

Com o objetivo de apoiar a escolarização, este programa oferece um atendimento integrado, para alunos que apresentam impasses escolares, sua família e a escola simultaneamente. As atividades propostas para as crianças e adolescentes são realizadas prioritariamente em grupo e enfocam a relação da criança com a sua produção, as etapas necessárias para que esta se realize (idealização, execução e finalização) e a importância da possibilidade das escolhas por parte das crianças. As atividades oferecidas são estratégias para se atingir a relação do aluno com os objetos de conhecimento, e levam em consideração sua singularidade e o seu contexto sócio-histórico.

Atividades do programa de apoio à escolarização:

  1. Atividades em grupo (oficinas) e atendimentos individuais (psicológico e fonoaudiológico) para crianças e adolescentes;
  2. Atendimento individual e em grupo para os pais e/ou responsáveis e
  3. Interlocução com a escola.

Descrição detalhada de cada atividade

Triagem: procedimento de avaliação dos casos encaminhados para definir como a criança será atendida no programa.

Referência (acompanhamento individualizado): todos os casos atendidos na instituição são acompanhados por um profissional da equipe, que chamamos de referência, que é responsável por realizar intervenções individuais com as famílias, as crianças e os adolescentes. Este profissional também é o principal responsável pela interlocução com a Escola e com os outros profissionais e/ou outras instituições envolvidos no caso.

Atendimento em grupo: realizadas em grupos, as oficinas promovem trocas de experiências, saberes e dúvidas, e incentivam a autonomia e implicação com o aprender; promovem também o encontro com as diferenças de estilos, tocando em questões como tolerância e respeito, imprescindíveis a qualquer situação de convívio social; é na convivência com o outro, no encontro com as diferenças de pensar, de agir e de ser, no compartilhar de uma idéia, e no exercício de se posicionar criticamente, que as bases da cidadania são transmitidas.

Oficinas educativas

Oficina de Linguagem: visa ampliar a função comunicativa da Linguagem, através da oferta de diferentes portadores de texto existentes na nossa Cultura e restaurar e/ou criar um sujeito leitor e escritor. Ocorre uma contraposição entre aquilo que o aluno já detém como conhecimento acerca da linguagem e sua função, com os saberes e dúvidas trazidos pelos outros integrantes do grupo; deste encontro decorrem flexibilizações na relação com o objeto de conhecimento e a apropriação da Linguagem como um instrumento de expressão, de crítica e comunicação.

Grupo de Projetos: estratégia que convida à realização de um trabalho que se desenvolve nas seguintes etapas: a escolha, o planejamento, a execução do projeto em si e a conclusão.

Ateliê de Artes: propicia o encontro desses jovens com manifestações culturais, valores e tradições, com o objetivo de levá-los a produzirem gestos expressivos e criativos, quase como uma brincadeira de criança, repleta de afetos, marcada, ao mesmo tempo, pela singeleza e pela complexidade humana. Essa atividade permite ampliar os laços sociais e aumentar as possibilidades de circulação social.

Oficina de Culinária: oferece em uma atividade prática, objetos de conhecimento específicos da culinária recorrendo à tradição e história da elaboração dos alimentos através da linguagem oral, escrita e da expressão plástica.

Atendimento fonaudiológico: para algumas crianças e/ou adolescentes faz-se necessário a avaliação e atendimento fonaudiológico, a fim de tratar de problemas específicos de fala, escrita e/ou leitura.

Atendimento psicológico individual: em algumas crianças e adolescentes reconhece-se a necessidade da avaliação e atendimento psicológico individual principalmente quando os dispositivos de intervenção grupal não parecem poder alcançar as problemáticas psíquicas desses sujeitos ou poderão expô-los demasiadamente.

Grupo de pais: a escuta dos pais é o segundo pilar do trabalho. Este trabalho propicia a reflexão e a discussão acerca de temas relativos à escolarização e à vida familiar. Ele leva à mobilização e à implicação dos pais no tratamento de seus filhos, oferecendo condições para que estes possam se re-posicionar frente à problemática dos filhos e à escola, re-significando, inclusive, a sua própria história escolar. Cada família tem um profissional de referência, que realiza atendimentos individuais quando necessário.

Interlocução com a escola: discussão e reflexão realizada com o corpo docente acerca de seus alunos e seus impasses com o objetivo de fazê-los encontrar soluções frente aos obstáculos que surgem da prática pedagógica.

Ações de apoio e aprimoramento da equipe

  1. Supervisão geral
  2. Supervisão dos atendimentos individuais e das atividades realizadas pelo projeto de apoio à escolarização
  3. Supervisão de estágio
  4. Assessoria em artes
  5. Grupo de estudos

voltar ao topo



Projeto Espaço de Leitura na Escola

Foto 1
 
Foto 1 Foto 2

O Trapézio - Grupo de Apoio à Escolarização - entende que só é possível alcançar a melhoria na qualidade de vida da comunidade da qual se faz parte, na medida em que se desenvolvam oportunidades iguais para todos. E isso, por sua vez, não acontece sem que sejam aprendidos os instrumentos básicos para participação do indivíduo na sociedade como cidadão atuante em sua comunidade e inserido no mercado de trabalho. Neste contexto, a leitura e a escrita são, sem dúvida, pré-requisitos para essa atuação e, portanto, para a conquista de oportunidades.

Leia reportagem publicada no jornal O Estado de S. Paulo que fala dos efeitos do projeto

Em parceria com a direção de escolas, o Trapézio opera este projeto, que tem por objetivo principal re-significar o lugar da leitura na comunidade escolar.

A primeira experiência está acontecendo em parceria com a Escola Brasílio Machado, de São Paulo, capital. Um mutirão de voluntários está encarregado da organização do acervo e limpeza da biblioteca dessa escola. Caso queira colaborar voluntariamente com este projeto, por favor entre em contato conosco.

A biblioteca é um lugar privilegiado de acesso ao conhecimento sobre os bens culturais e históricos de nossa civilização, por isso o uso mais assíduo de espaços como esse por parte da população em geral também está entre os objetivos do Trapézio.


voltar ao topo



Projeto Olhares Sobre a Escola

"Leitura a toda hora" (tempo de exposição: 15 min) Ana Carolina Moreira dos Santos
 
Foto 2

Este projeto visa mobilizar a expressão de alunos e professores sobre a escola, por meio da fotografia. A fotografia é utilizada como um instrumento para se registrar e documentar pareceres, opiniões, críticas, sugestões. Espera-se que este recurso favoreça a manifestação de depoimentos espontâneos, que retratem a escola de um modo autêntico. Todas as produções que resultam dessas oficinas são organizadas em uma exposição para as respectivas comunidades escolares. Uma amostra desses trabalhos também pode ser conferida neste site.

Para atingir seus objetivos, o projeto articula-se a um eixo metodológico e didático proposto pelos Parâmetros Curriculares Nacionais, que apresenta alguns tópicos essenciais para a aprendizagem e sugerem que todo o trabalho pedagógico deve estar comprometido com o desenvolvimento dessas habilidades ao longo do percurso escolar de um aluno. O projeto "Olhares sobre a escola" pauta-se sobre alguns desses tópicos, a saber: autonomia, diversidade, interação e cooperação e motivação para a aprendizagem.


voltar ao topo