fale conosco | como chegar | mapa do site | créditos
 Busca
O Trapézio
Histórico
Missão e visão
Público alvo
Justificativa
Estrutura
Notícias
Prêmios
Apoio
 
você está em: Home / Quem somos / Notícias
 
Notícias

< voltar


14/06/2013
Diálogo 'Ler e Brincar'




O Grupo de Apoio à Escolarização promoveu nesta sexta-feira (14 de junho), no Senai Francisco Matarazzo, no bairro do Brás, um diálogo com o tema "Ler e Brincar". Para tal, convidou o escritor de poesia infantil Ricardo da Cunha Lima e a psicóloga Adriana Klisys, que compuseram a mesa ao lado da especialista em leitura e literatura infantil Marta Maria Pinto Ferraz e da coordenadora da Trapézio Isabel Moreira Ferreira.

Diante de uma plateia de cerca de 150 pessoas, composta por professores de Educação Infantil e orientadores sócio educativos dos Recantos da Associação Santo Agostinho (ASA), foi realizado um interessante debate sobre a importância das brincadeiras na formação lúdica das crianças. No tema, também entraram as brincadeiras com as palavras, como faz Ricardo em seus livros.

Formado em Cinema pela USP, Ricardo também estudou Filosofia e Letras na Unicamp e fez mestrado e doutorado em Lestras Clássicas pela USP, com estágio na Universidade de Coimbra. Atualmente é professor doutor na área de Língua e Literatura Latina da USP. Como escritor de literatura infanto-juvenil e poesia infantil, já recebeu vários premiações, incluindo por duas vezes o Prêmio Jabuti.

Em sua apresentação, Ricardo contou como brinca com as palavras para construir seus poemas. O escritor também lembrou o poder que a literatura infantil pode ter de influenciar a incentivar o lúdico das crianças. E, como não podia deixar de ser, divertiu o público presente lendo - com muita descontração - alguns de seus poemas.

Já Adriana, que é formada pela PUC-SP, também já trabalhou com formação de professores e escrita de materiais pedagógicos e projetos na área lúdica em instituições como Instituto Avisa lá, Sesc Nacional, Instituto Camargo Corrêa, Instituto Heding-Griffo e Secretarias de Educação, Cultura e Lazer de diversos estados. Diretora da Caleidoscópio Brincadeira e Arte desde 2002, ainda publicou diversos títulos sobre o tema em discussão.

Com a ajuda de alguns exemplos práticos, Adriana trouxe ao debate a ideia de brinquedos universais, que podem assumir vários sentidos e formas para as crianças. Dentro disso, a iniciativa de improvisar brincadeiras se faz fundamental, tanto que a palestrante ensinou algumas com um simples barbante, levando a plateia a também entrar no jogo e brincar junto.

Certo de que o diálogo só fez estimular o debate do tema, tão importante para a educação infantil, o Trapézio agradece a todos que estiveram presentes no evento.

Para ver mais fotos do Diálogo "Ler e Brincar", clique aqui.